Curva ABC para estoque e vendas: como fazer?

curva-abc-estoques-vendas-excel-passo-a-passo

A Curva ABC é um método de classificação de itens (produtos) para um gerenciamento mais preciso das informações. É muito usado em logística e setor de compras para controlar os estoques. Na área de vendas ela é usada para classificar os produtos vendidos em relação à lucratividade ou ao faturamento. É uma maneira simples e eficaz de priorização quando entendemos seu significado. Então, vamos lá:

Por que usar o método Curva ABC?

Usar a Curva ABC significa focar nos itens que são mais importantes. Assim como qualquer organismo vivo, um negócio também possui seus órgãos vitais. A administração ou gerência precisa receber os dados coletados por diversos setores da empresa, e no caso da logística e compras, significa analisar os produtos em estoque.

A Curva ABC nos dá um parâmetro estatístico para que o comprador ou logístico se concentre naqueles itens que são mais críticos para a empresa. Baseado nisso, pode-se decidir se determinado produto precisa ser estocado ou não; e no caso da área de vendas, avaliar a permanência no catálogo daqueles com baixa lucratividade.

Seu uso evita o excesso de “achismos” e difunde a ideia de gerenciamento por fatos e dados. Quantas vezes não deparamos com casos nos quais se decidiu comprar um produto simplesmente por intuição, ou aproveitando um preço promocional? Ou no caso de vendas, direcionar os esforços para itens menos lucrativos? Pois bem, separando os produtos por classificação ABC, o profissional terá um embasamento racional antes da tomada de decisão.

Definição de Curva ABC

Quando 1897, o economista italiano Vilfredo Pareto concluiu seu estudo sobre economia, descobriu que a riqueza – no caso terras – na Itália não se distribuía de forma uniforme. Notou que havia “alguns com muito” e “muitos com pouco”. Ao aprofundar sua investigação, Pareto estabeleceu a relação que melhor demonstrava esse fato: a regra 80/20. Significa que 80% da riqueza estavam nas mãos de um grupo que representava 20% da população; e os 20% restantes (das terras) eram distribuídas pelos 80% da população.

Essa famosa relação 80/20 ficou conhecida como Princípio de Pareto. Testada em diversos estudos e em diferentes áreas, o princípio se mostrou verdadeiro na maioria dos casos.

Quando há muitos dados a serem analisados, utilizar a regra 80/20 ajuda a entender o que está acontecendo.

A Curva ABC é uma variação do Princípio de Pareto e seu uso abrange desde desenvolvimento de softwares até estratégias de vendas. Ela divide a relação 80/20 em 80/15/5, ou seja, os 2 grupos de Pareto são transformados em 3:

Grupo A: 80%

Grupo B: 15%

Grupo C: 5%

Porém – e aqui colocamos em negrito para ressaltar – esses números são aproximados e não podem ser considerados rigorosamente. Eles servem como uma referência estatística. Alguns casos se apresentarão como 70/20/10 ou 60/30/10.

Esses dados ao serem plotados num gráfico formam a Curva ABC dos produtos que se está analisando.

curva abc - principio de pareto

Como fazer a curva ABC para estoques

No gerenciamento de estoques esse conceito classifica os produtos por importância. Mas importantes em relação a quê? Para responder essa pergunta é preciso estabelecer os critérios de importância. Exemplo: consumo e custo.

O consumo e custos são importantes porque produtos estocados significa capital paralisado, portanto, precisamos saber quais os custos relativos de cada item.

Vamos mostrar na prática um exemplo simples de classificação de produtos numa planilha do Excel.

1 – Montamos uma planilha com 10 produtos. Temos o Código, Consumo Semestral, Valor Unitário, Valor Total, Participação de cada item no custo total, a Participação Acumulada e por fim, a Classificação ABC.

2 – Cadastramos os produtos e seu consumo no semestre;

curva-abc-logistica-compras1

3 – Colocamos o Valor Unitário e o Total; para isso basta digitar o sinal =, selecionar o campo valor e multiplicar pelo consumo. Depois puxe para baixo para repetir a fórmula para os outros itens.

curva-abc-logistica-compras2

curva-abc-logistica-compras3

curva-abc-logistica-compras4

4 – Somamos o Total de cada produto e teremos o Total Geral.

curva-abc-logistica-compras5

5 – Selecionamos toda a planilha e classificamos do maior para menor;

curva-abc-logistica-compras6

curva-abc-logistica-compras7

6 – Dividimos o Valor Total de cada item pelo Total Geral e teremos na coluna Participação, um valor numérico que transformamos em porcentagem; fazemos o mesmo procedimento com todos os itens;

curva-abc-logistica-compras8

curva-abc-logistica-compras9

curva-abc-logistica-compras10

curva-abc-logistica-compras11

7 – Agora na coluna de Participação Acumulada copiamos o primeiro item, no caso 41,22%. E para os demais faremos a seguinte regra: somamos 41,22% (do item acima) com a Participação do item de baixo, nesse caso 10,30%, o que resulta em 51,52%. Novamente somamos 51,52% com o item de baixo (10,30%) que dá 61,83%; e assim sucessivamente.

curva-abc-logistica-compras12

curva-abc-logistica-compras13

curva-abc-logistica-compras14

curva-abc-logistica-compras15

8 – O último item resultará em 100% e fechará a conta. Feito isso aplicamos a classificação ABC, tendo a referência 70/20/10. Até 70% dos custos do Total Acumulado serão da Classe A; de 70% até 90% serão da Classe B e acima de 90% serão da Classe C.

curva-abc-logistica-compras16

curva-abc-logistica-compras17

Mas o que significa? Essa classificação nos mostra que, em relação ao estoque, os itens da Classe A são os mais importantes, pois representam quase 70% dos custos estocados. Se houver uma meta de redução de custo, por exemplo, esses produtos mereceriam as primeiras análises, pois seu impacto no custo geral são os mais significativos.

Curva ABC para vendas

Na área de vendas o lucro é o foco e separar os itens que possuem maior margem lucrativa dos que possuem menos pode ser uma boa estratégia. Vamos ver um exemplo:

1 – Cadastramos os itens e suas margens de lucro; somamos os lucros e temos o Total da lucratividade;

curva-abc-vendas1

2 – Dividindo o lucro de cada produto pelo Total temos a Participação de cada um deles no Total Geral;

curva-abc-vendas2

curva-abc-vendas3

3 – Organizamos os itens do maior para o menor, em relação à Participação;

curva-abc-vendas4

4 – Para a Participação Acumulada copiamos o primeiro item e para os demais fazemos a conta: soma-se o primeiro item (24,81%) com o segundo (19,85%) = (44,66%) e assim por diante;

curva-abc-vendas5

curva-abc-vendas6

5 – Terminada as somas até 100% a classificação fica assim: 4 dos produtos serão do Grupo A e respondem por quase 70% dos lucros; 3 produtos respondem por 20% e serão do Grupo B; e os outros produtos serão responsáveis por apenas 10% do lucro e fazem parte do Grupo C.

curva-abc-vendas7

curva-abc-vendas8

Com essa classificação através da Curva ABC concluímos que aos produtos da Classe A deverá receber maior atenção, direcionando os esforços de vendas.

Conclusão

Vimos que o método Curva ABC é uma boa maneira de classificação de mercadorias e que através dela priorizamos as atenções. Use-a sempre para identificar aqueles produtos que realmente não podem faltar no estoque. Cruze os dados com os outros setores e compare as diferenças.

Se você é da área de logística (compras ou vendas) experimente colocar esse conhecimento em prática.

CCA Team

Frete Aéreo e Urgentes

ebook profissão comprador

6 Comentários "Curva ABC para estoque e vendas: como fazer?"

  1. André Ramos | at |

    Muito bom

  2. Fabiano K. da Silva | at |

    Ótimo assunto

  3. luiz carlos leite ramos | at |

    A curva ABC é uma das melhores ferramentas de gestão a disposição dos gerentes e empresários. É curinga de relativa facilidade de elaboração e interpretação.
    Ajuda muito esse tipo de divulgação.

    • CCA Team | at |

      Luiz Carlos, a equipe da CCA Express agradece.

  4. RIBERTO MENOLLI | at |

    Achei excelente, é a primeira curva ABC que encontro onde a didática é simples e fácil de montar.
    prefeito, obrigado por colocar isso para todos.
    Deus te abençoe.

    • CCA Team | at |

      Agradecemos pelo contato, Riberto.
      Nosso intuito é informar com qualidade.

Comments are closed.